Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MPs fora da pauta da Câmara

Gustavo Zucchi

Não houve acordo entre as lideranças para votar nenhuma das medidas provisórias que estão na pauta do Congresso. Em reunião das lideranças, o clima bélico dos governistas pesou, segundo deputados de centro ouvidos pelo BR18. Assim, duas medidas provisórias praticamente são sepultadas: 863 e 866. Já a 870, que trata da reforma administrativa, ainda tem um tempo até o dia 3 de junho, mas, caso o governo não consiga um acordo, deve caminhar pelo mesmo caminho.

Tudo o que sabemos sobre:

medida provisória