Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MST capta R$ 1 milhão no mercado com novo fundo de investimento

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) captou R$ 1 milhão do mercado financeiro após lançar o fundo de investimentos chamado Finapop (Financiamento Popular) gerenciado em parceria entre cooperativas do MST e uma corretora de investimentos. “Ele (o investidor) vai receber de retorno cerca de 4 a 5% e a agência vai repassar esse dinheiro na forma de empréstimo a uma taxa de juros também de 4 a 5 %. De maneira que quem empresta o dinheiro vai receber mais do que se aplicar na poupança e as cooperativas terão um mecanismo mais desburocratizado e flexível”, afirmou o economista João Pedro Stédile, da coordenação nacional do movimento ao site oficial do MST.

O valor levantado, por meio do título CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), vai financiar nessa primeira fase projetos da cooperativa Coopan (Cooperativa de Produção Agropecuária Nova Santa Rita), no Rio Grande do Sul, conhecida por ser a maior produtora de arroz orgânico da América Latina e também conta com criação própria e abatedouro, com produção de carne suína e leite, informa o MST. Antes do Finapop, as cooperativas tinham acesso somente ao empréstimo da Pronaf Agroindústria, que possui taxas de juros em torno de 6% ao ano.

Tudo o que sabemos sobre:

MSTCRAfundoMercado financeiro