Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Mudam os cantores, mas o samba continua o mesmo’

Equipe BR Político

Apesar de ter chegado ao poder prometendo ser a “antítese” da era petista, há semelhanças entre o governo Bolsonaro com o de Dilma Rousseff e Lula, na visão do colunista Elio Gaspari em O Globo deste domingo. Em especial no quesito “desculpas” diante de escândalos. “Quem acompanhou a reação do comissariado petista diante das denúncias de corrupção nos governos petistas acredita que está num pesadelo. A melodia dos poderosos é a mesma. Onyx Lorenzoni diz que a oposição busca um terceiro turno. Em 2011, Dilma Rousseff disse a mesma coisa quando surgiu o rolo do patrimônio de Antonio Palocci, chefe de sua Casa Civil”, relembra.

“Todas as explicações dadas até agora partem da premissa de que a plateia é boba. Travas, silêncios, segredo de Justiça, corrida à ‘porcaria’ do foro privilegiado e pedidos de nulidade das provas só servem para alimentar murmúrios maliciosos”, escreve Gaspari.

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio BolsonaroPTelio gaspari