Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Mudança contraria o espírito da Lei de Acesso à Informação’

Equipe BR Político

As decisões do governo tomadas nesta quinta-feira, 24, estão apanhando de todos os lados. Depois da repercussão negativa que deve fazer o Banco Central recuar da consultoria pública sobre o monitoramento de parentes de políticos, a medida que alterar a regulamentação da Lei de Acesso à Informação também está sendo criticada. A Transparência Internacional publicou uma nota classificando a alteração como “inadequada”.

“O principal ponto da medida aumentará significativamente a quantidade de servidores públicos, bem como de empresas e autarquias estatais, com poder para tornar documentos sigilosos. Isso contraria o espírito da Lei de Acesso à Informação, cujo objetivo é justamente reduzir o sigilo e ampliar a transparência. A Transparência Internacional — Brasil espera que o governo reverta essa decisão e abra um diálogo com a sociedade sobre esta questão”.