Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Na COP, Marina pede desculpas a Greta

Equipe BR Político

Em Madri, antes de começar palestra na 25ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-25), a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva pediu desculpas à ativista sueca Greta Thunberg, que ontem foi chamada de “pirralha” pelo presidente Jair Bolsonaro.

“E eu queria iniciar fazendo um pedido de desculpas à Greta em nome de meu país, o Brasil. Pela forma como o presidente Bolsonaro desrespeitosamente e agressivamente se dirigiu a ela, chamando-a de pirralha, porque ela se solidarizou com os índios que foram assassinados no Brasil”, disse a ex-ministra.

Como você leu no BRP, Greta foi ofendida por Bolsonaro quando jornalistas lhe perguntaram se ele estava preocupado com a morte de indígenas da etnia Guajajara no último sábado. Em resposta a Bolsonaro, Greta mostrou bom humor e mudou a descrição de seu perfil nas redes sociais para “pirralha”. Nesta quarta, a adolescente de 16 anos foi eleita personalidade do ano pela revista Time.