Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Na pandemia, só três das viagens de Bolsonaro foram relacionadas à covid

Cassia Miranda

Exclusivo para assinantes

Nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro deu um gás em suas agendas fora de Brasília. O período coincide com o avanço do novo coronavírus no País. Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia da covid-19, em 11 de março, o chefe do Executivo teve 37 agendas, divididas em 18 viagens pelo Brasil. Dessas, no entanto, apenas três tinham relação com a pandemia.

Presidente Jair Bolsonaro posa para foto durante visita às obras do Aeroporto de Foz do Iguaçu – Cataratas. Foto: Carolina Antunes/PR

Nesses 5 meses e 20 dias, Bolsonaro esteve em 14 Estados e 19 cidades. Os principais compromissos do presidente foram visitas, inaugurações de obras, cerimônias e solenidades, deixando clara a guinada desenvolvimentista do presidente com olhos na reeleição. Parte dos eventos, nove deles, foram militares, como a visita ao Batalhão de Operações Policiais Especiais, no Rio. Agosto foi o mês de maior intensidade das atividades do presidente fora da capital federal. Foram 25 compromissos divididos em 11 viagens durante o mês, tendo passado por 10 Estados e 11 cidades.

As agendas relacionadas à pandemia ocorreram em abril e junho. Foram elas:

  • 11 de abril – Visita às Obras do Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás, em Águas de Lindoia (GO)
  • 30 de abril – Visita ao Centro de Operação de Combate ao Covid-19 do Comando Militar do Sul, em Porto Alegre (RS)
  • 5 de junho – Cerimônia de inauguração do Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás, em Águas de Lindoia (GO)

Em algumas das viagens, o presidente chegou a passar por dois Estados, como é o caso da agenda em 30 de julho, quando Bolsonaro esteve na Bahia e no Piauí. Nesta ocasião, o presidente esteve em Cerimônia alusiva ao Acionamento do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Campo Alegre de Lourdes (BA), em visita ao Parque Nacional da Serra da Capivara (PI) e visita ao Museu da Natureza (PI).

No período, Bolsonaro passou ao menos uma vez por todas as regiões do Brasil. Sudeste e Nordeste foram as regiões que mais receberam o presidente, com 5 visitas a cada. Na sequência, aparecem: Sul (4), Centro Oeste (3) e Norte (1). Procurado, o Planalto não quis comentar as viagens de Bolsonaro.