Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Na TV, Bolsonaro chora

Vera Magalhães

Na estreia do horário eleitoral do segundo turno, Jair Bolsonaro chora ao falar da mulher, Michelle, e aparece ao lado da filha, Laura, de 7 anos. Com forte discurso ideológico, o programa do PSL começa apresentando o PT e Lula como fruto de uma escalada de doutrinação de esquerda na América Latina. Passa, a seguir, a apresentar Bolsonaro, pai de “quatro filhos homens e seu xodó, Laura”. Ele chora ao dizer que já era “vasectomizado” quando decidiu reverter o procedimento para atender a um pedido de Michelle, uma vez que ser mãe é o “desejo de muitas mulheres”.

Bolsonaro é apresentado como um político “firme” e “honesto”, palavras que são intercaladas com cenas de multidões recebendo o candidato ao coro de “mito” –com imagens, inclusive, do dia do atentado a faca que quase o vitimou, em Juiz de Fora. Veja a seguir o programa, produzido pela agência AM4, que será exibido nesta sexta-feira. / Vera Magalhães