Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Nada a confessar nem delatar

Equipe BR Político

Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, diz não ter crime algum a reconhecer nem ninguém a delatar.

Em entrevista ao Estadão, o ex-diretor da Dersa apontado por delatores da Odebrecht como operador de políticos do PSDB, nega ter tido contas na Suíça (“jamé”, repetiu) e diz não ter tido acesso aos documentos da investigação contra ele.

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo Vieira de Souzapaulo pretodersa