Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Não acredito que Marinho falou mal de mim’, diz Guedes

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira, 2, não acreditar que o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, tenha falado mal dele em uma conferência com economistas na manhã de hoje. 

“Não acredito que Marinho falou mal de mim. Se falou mal já podem até saber: é despreparado, é desleal e confirmou que é um fura teto”, disse quando chegou à sede da Pasta, depois de reunião no Palácio do Planalto. 

Ressuscitando as desavenças já conhecidas entre os ministros, Marinho teria feito críticas a Guedes em uma conferência fechada da Ativa Investimentos com agentes de mercado, informou o Estadão/Broadcast na tarde de hoje. O ministro, conhecido por suas tendências econômicas menos austeras, afirmou aos economistas que o Renda Cidadã, que tem sido objeto de polêmica econômica no governo, sai “por bem ou por mal”. “A gente está tentando fazer da melhor forma possível. Estamos tentando manter o teto, mas há pressão para flexibilização”, teria dito, além de mencionar uma possibilidade de furo do teto de gastos.

Marinho também teria afirmado que foi Guedes quem propôs usar precatórios e parte dos recursos do Fundeb para bancar o Renda Cidadã. Nesta semana o ministro da Economia rechaçou a proposta dos precatórios, que é considerada uma tentativa de pedalada fiscal. Em nota, Marinho afirmou que as informações sobre a reunião chegaram de maneira “distorcida” à imprensa e reforçou o compromisso com a responsabilidade fiscal.

Após a fala sobre Marinho, Guedes afirmou que voltará a falar sobre a polêmica após reunião com o diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Afonso Bevilaqua.