Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Não cabe proselitismo religioso no MEC’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A nomeação de Milton Ribeiro para o Ministério da Educação gerou uma preocupação em alguns parlamentares. Com o novo titular do MEC sendo pastor presbiteriano, já há pedidos de atenção para que ele não misture as coisas.
“Fico feliz em ser um doutor em educação, já é um ponto positivo, mas não é o bastante. Ele precisa estar aberto ao diálogo, ter um bom relacionamento com o Parlamento, ouvir os diversos setores envolvidos na educação e não levar ideias calvinistas para a pasta”, disse ao Brodcast Político o presidente da Comissão Especial do Fundeb da Câmara, deputado Bacelar (Podemos-BA). “O ministério é parte integrante de um Estado laico, não cabe proselitismo religioso lá.”