Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Não deixai que nosso Brasil se perca nas chamas’, pede arcebispo de Aparecida

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Diante do avanço das queimadas na Amazônia e no Pantanal, o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, aproveitou o dia da padroeira do Brasil para criticar, nesta segunda-feira, 12, os incêndios recorde que atingem as florestas do País.

Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, durante celebração em 2019. Foto: Gerson Monteiro/Estadão

“Não deixai que nosso Brasil se perca nas chamas. O Pai disse assim: ‘Façam-se as árvores’ e o homem ganancioso disse cortemos as árvores”, disse Dom Orlando Brandes.

No mês passado, em discurso na ONU, o presidente Jair Bolsonaro disse que o País é “vítima” de uma “brutal campanha  internacional de desinformação” sobre a Amazônia e o Pantanal. Sem citar nomes, o religioso também teceu críticas à propagação de fake news e apelou pelo fim do feminicídio.

“Vamos usar a veste da verdade, não de fake news, não de mentiras, a couraça é nossa justiça, diz Paulo apóstolo. Justiça para ver menos desigualdades sociais. Nas nossas mãos, a espada do espírito para a gente então se despir de tudo que é idolatria. Às vezes idolatramos até pessoas, raças, autoridades. Tomam o lugar de Jesus esses ídolos que nos destroem. Diz Paulo, temos os pés calçados com a paz. Por isso é preciso exorcizar o feminicídio, tudo que é tipo de violência”, afirmou no sermão. As informações são do G1.