Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Não se pode ficar de malzinho com os EUA’

Equipe BR Político

O alinhamento entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos é um avanço para as relações comerciais brasileiras e a expectativa da Câmara Americana de Comércio (Amcham) é que os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump evoluam nas conversas de negociação de um acordo de livre-comércio, avalia o presidente da Cargill no Brasil, Luiz Pretti.

O executivo, que assume nesta quarta-feira, 10, a presidência do conselho de administração da Amcham, afirma que, pelo bem do comércio, não se pode “ficar de malzinho com os EUA”. “Os EUA são o maior consumidor do mundo. Não se pode ficar de malzinho, entre aspas, com eles”, disse em entrevista ao Estadão.