Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Não tem tarefa fácil

Equipe BR Político

“O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu várias vezes, mesmo antes de integrar a campanha de Bolsonaro, que o Congresso aprovasse a proposta do presidente Temer. E continuou repetindo que era melhor aproveitar o texto que já está em tramitação”, escreveu Míriam Leitão no Globo.

Para a colunista, o melhor que o futuro governo poderia fazer era aproveitar a proposta de reforma do atual governo que tramita no Congresso. A prioridade, para que a economia tenha condições de sair da crise, deverá ser a sucessão de reformas.