Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Nas redes, Frias adota ‘estilo Weintraub’ com ataques ao STF, China e Moro

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O secretário de Cultura é novo, mas o estilo parece ser bem conhecido para quem acompanha o governo de Jair Bolsonaro. Nomeado oficialmente na noite da última sexta-feira, 19, o ator Mário Frias compartilha o mesmo estilo de parlamentares e da militância do presidente em suas redes sociais. E com isso não poupa ataques ao Supremo, ao Congresso e à imprensa.

O agora responsável pela Cultura brasileira não se fez de rogado, por exemplo, ao defender o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub em sua briga com o STF. Retuitou, na ocasião da divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, um perfil que falava em “aumento de admiração” pelo titular do MEC que chamou ministros da Corte de “vagabundos” e ameaçou prendê-los.

Weintraub, que foi demitido do cargo nesta semana como uma tentativa de pacificar as relações entre Planalto e Supremo, parece ser uma inspiração para Frias. “Todo o meu respeito e apoio ao ministro Weintraub. Homem correto e competente que está enfrentando uma guerra covarde cujo único objetivo é impedir que ele melhore a educação do nosso povo”, disse no último dia 4 de junho.

Outro alvo recente do agora ex-ministro, a China, também aparece nas postagens do ator. Recentemente, compartilhou um vídeo do “príncipe” Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP). A postagem promete revelar “o plano global” do presidente chinês, Xi Jinping. “Assustador. Vivemos momentos de definição do que queremos para nossos filhos e netos. O futuro dessa nação nunca esteve tão ameaçado.”, comentou Frias.

https://twitter.com/mfriasoficial/status/1272301465231659008

O secretário também já compartilhou memes contra o governador de São Paulo, João Doria, e o presidente do Supremo,Dias Toffoli. Em um deles, Toffoli aparece usando uma coroa, simbólico monárquico, com uma foice e o martelo, que identifica o comunismo. O ex-ministro Sérgio Moro, por sua vez, é chamado de “Sérgio Fofoca” em algumas publicações. Blogueiros investigados pelo inquérito das fake news são constantemente retuitados e curtidos por Frias.

https://twitter.com/mfriasoficial/status/1269235639054225414

Tudo o que sabemos sobre:

Mario FriasSecretaria de Cultura