Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Nem tanto ao mar, nem tanto à terra’

Marcelo de Moraes

No Congresso, os políticos da base governista reconhecem o trabalho de Pedro Parente no processo de recuperação da empresa. Mas não poupam sua falta de “sensibilidade” em relação ao preço dos combustíveis.

“Ele deixa marcas importantes: não lhe falta competência, nem credibilidade. Não faltou gestão, mas, sensibilidade para entender o  momento pelo qual o Brasil atravessa, e fazer da Petrobras um instrumento de desenvolvimento e justiça social, também atribuições da Estatal. Nem tanto ao mar, nem tanto à terra: nem os preços subsidiados do passado, mas jamais a liberdade total de preço, sem sintonia com os números da economia – inflação e juros baixos, num período de recessão”, afirmou a líder do MDB no Senado, Simone Tebet (MS)

Tudo o que sabemos sobre:

pedro parentePetrobrasSimone Tebet