por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Nicolao Dino desiste de disputa na PGR

Primeiro colocado na eleição da Associação Nacional dos Procuradores da República de 2017, o subprocurador-geral da República, Nicolao Dino, não vai participar da disputa na entidade para a composição da lista tríplice que oferta candidatos ao cargo de procurador-geral da República ao Palácio do Planalto, informa o Estadão. Em carta aberta à ANPP, Dino exalta a importância da lista tríplice. “A lista tríplice tem forte simbologia política, principalmente numa instituição que, entre outras funções, atua como promotora do regime democrático. Daí a enorme importância na sua motivação e na sua implementação”, escreve.

Ele critica ainda as divergências internas hoje dentro da Procuradoria. “É preciso superar as fricções internas com alto potencial corrosivo, investindo na recompreensão da ideia de pluralidade e de sua compatibilização com o conceito de unidade. A recuperação da dimensão substantiva do conceito de liderança institucional, nesse contexto, é um ingrediente inafastável”. Em 2017, Dino foi preterido pela procuradora-geral Raquel Dodge, a segunda colocada da lista da ANPP e escolhida pelo ex-presidente Michel Temer.

Tudo o que sabemos sobre:

Nicolao DinoANPPlista tríplice