Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

No PSB, aos menos 6 infiéis devem ser expulsos

Equipe BR Político

O PSB enviou na terça-feira, 17, um comunicado aos 11 deputados que descumpriram orientação do partido e votaram a favor da reforma da Previdência. Aos infiéis, o partido informou que eles serão processados individualmente e que podem ser expulsos. Os parlamentares têm 10 dias para apresentar defesa e o Conselho de Ética da legenda já abriu processo contra os 11. Ontem, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, classificou a traição dos deputados como “balbúrdia partidária”.

Dirigentes do partido avaliam que, deste grupo, ao menos seis deputados devem ser expulsos. Uma decisão definitiva só será tomada depois do posicionamento dos parlamentares e da votação do segundo turno da reforma. Mas a inclinação é pelo afastamento em definitivo daqueles que descumpriram quase 100% de suas determinações, tanto no texto principal da Previdência como nos destaques, informou o Painel da Folha.

Tudo o que sabemos sobre:

infiéisPSBexpulsos