Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Novo capítulo da pindaíba dos Estados

Equipe BR Político

Um ano que parecia trazer perspectivas de novas receitas, ajustes e reformas estruturantes para acabar de vez com a pindaíba das contas estaduais termina como começou: com governadores de pires na mão tentando conseguir recursos federais para fechar o ano e pagar salários e 13º dos servidores.

É o que mostra reportagem do Estadão desta segunda-feira, que informa que o Fórum dos Governadores encaminhou carta a Jair Bolsonaro solicitando a antecipação de R$ 5,3 bilhões dos recursos a que os Estados têm direito como compartilhamento da receita do megaleilão do excedente da cessão onerosa do pré-sal, para quitar as contas do ano.

Os governadores querem receber o dinheiro entre os dias 10 e 20 deste mês. A previsão inicial era que o governo federal fizesse o repasse até o dia 31, a depender de quando os vencedores do leilão (a Petrobrás em associação com as estatais chinesas CNOOC e CNODC) fizessem o depósito do bônus de assinatura à União, cujo prazo se encerra no dia 27.