Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Novo secretário de Doria esteve no Massacre do Carandiru

Equipe BR Político

O futuro secretário de Administração Penitenciaria de João Doria, Nivaldo César Restivo, foi um dos oficiais envolvidos no Massacre do Carandiru em 1992. De acordo com o Uol, Restivo não foi acusado de nenhum assassinato, mas sim de permitir que seus comandados atacassem os sobreviventes. O crime do qual o novo secretário era acusado prescreveu antes que ele fosse julgado.