Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O capacete de Joice

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Para regozijo das redes sociais, a candidata do PSL à Prefeitura de São Paulo, Joice Hasselmann, propôs ontem no debate da Band uma solução inusitada para combater as mortes de motociclistas na Capital. A ideia seria criar um capacete que liga a moto ao encaixar na jugular, como se fosse uma “chave da moto”. “Parte dos acidentes acontece porque o motociclista não está usando capacete de forma adequada. Ele coloca o capacete, mas às vezes não prende ou está com a viseira aberta”, disse Joice. “(Com tecnologia) se o capacete não tiver bem colocado, acoplado na jugular, a moto simplesmente não funciona. Isso evita acidentes mais graves e até morte.”

Candidata à prefeitura de São Paulo pelo PSL, Joice Hasselmann

Entre abril e julho deste ano, a capital registrou o mesmo número de mortes de motociclistas em acidentes de trânsito comparado ao ano passado, com 92 óbitos, mesmo com a redução acentuada de veículos em circulação na cidade, segundo o InfoSiga, sistema do governo estadual. Em maio, houve um aumento de 38% no índice de óbitos desses condutores, passando de 29 em 2019 para 40 neste ano.

Já sobre outras propostas da candidata, ela afirmou que pretende criar o “pronto-socorro do emprego” para atender homens, jovens e mulheres na busca por empregos e o que chamou de Banco da Mulher, com linhas de microcréditos para que a mulher possa trabalhar de casa. “É a liberdade econômica que as nossas mulheres precisam”, justificou.

Tudo o que sabemos sobre:

capaceteJoice Hasselmanneleição