Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O coro dos petistas sobre o sítio de Atibaia

José Fucs

Primeiro, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse em depoimento ao juiz Sergio Moro que Lula pretendia comprar o sítio de Atibaia. Hoje, segundo informação divulgada pelo Estadão, foi a vez de Gilberto Carvalho reforçar a narrativa petista de que o imóvel não pertencia ao ex-presidente. Segundo Carvalho, o sítio teria sido emprestado a Lula pelo “empresário” Fernando Bittar, para ele armazenar bens do acerto presidencial após deixar o Planalto.  O tempo passa, mas os aliados do ex-presidente continuam a desafiar, contra todas as evidências em contrário, a inteligência alheia. / J.F.