Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O ‘Estado de exceção’ criado pelo STF

José Fucs

Em artigo publicado em sua coluna no site da revista Veja, o jornalista José Roberto Guzzo afirma que as recentes decisões da Segunda Turma do STF, como a libertação do petista José Dirceu, mostram que, no Brasil, hoje, vigora um “Estado de exceção”, no qual as pessoas que mandam valem mais que todas as outras.

“(Eles) Não respondem a ninguém. Como os loucos, os pródigos e os silvícolas, estão fora do alcance da lei — não podem ser acusados de nada, e muito menos punidos por qualquer ato que venham a cometer.”, diz. “É possível existir democracia num país onde Gilmar Mendes, Antonio Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello, decidem o que é permitido e o que é proibido para 200 milhões de pessoas?”/ J.F.

Tudo o que sabemos sobre:

GuzzoSTFJosé Dirceu