Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O fim da novela do Pacaembu

Marcelo de Moraes

O Diário Oficial paulista publicou hoje decreto do governador Márcio França (PSB) autorizando a concessão do Estádio do Pacaembu para a iniciativa privada. É o fim de uma novela política. Enquanto ainda estava à frente do governo, o tucano Geraldo Alckmin já tinha dado sinal verde para que o estádio fosse liberado para a Prefeitura de São Paulo tocar sua concessão, como sempre desejaram João Doria, que assumiu o posto em 2016, e seu sucessor Bruno Covas.

Alckmin deixou o governo para concorrer ao Planalto e França assumiu o governo. E durante a campanha eleitoral, disputando a reeleição justamente contra Doria, decidiu travar a concessão, alegando que não havia sido consultado sobre a desestatização do Pacaembu e também do Parque Ibirapuera. Os tucanos reclamaram na campanha que a decisão de França tinha apenas fins eleitorais. França acabou perdendo para Doria e, agora, deixando de lado a polêmica, autorizou a concessão. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

PacaembuDoria