Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O fim do acampamento pró-Lula

José Fucs

O acampamento pró-Lula nas imediações da Polícia Federal, em Curitiba, onde o ex-presidente está preso, não resistiu. Apenas 41 dias depois da prisão de Lula, o ‘convescote’ petista será desfeito, para alívio dos vizinhos e do prefeito Rafael Greca, que se insurgiu contra o grupo, hoje formado por cerca de 500 pessoas, em razão dos inconvenientes causados à cidade.

Segundo reportagem publicada pelo jornal Gazeta do Povo, do Paraná, os organizadores afirmam que o pessoal deverá se abrigar em casas alugadas e outros espaços que ofereçam melhores condições e infraestrutura, para se proteger contra o frio que costuma atingir Curitiba nesta época do ano. “O acampamento vai ser desfeito, mas a vigília continua, com atividades, atos políticos e recebendo quem vem visitar o Lula”, disse Pedro Carrano, do Vigília Lula Livre. / J.F.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

LulaPTcuritibaPF