Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O novo mal-estar entre governo e Congresso

Marcelo de Moraes

A edição do decreto que estabelece regras para a ocupação de cargos dentro do governo criou um novo mal-estar entre Planalto e o Congresso. O presidente da Câmara, Rodrigo Mais, afirmou nesta terça-feira, 19, que foi cobrado pelos líderes partidários para questionar o governo por que o decreto não vale também para quem já foi nomeado. Na prática, os deputados querem que o decreto que exige, por exemplo, que os indicados para ocupar cargos públicos sejam ficha limpa, valha para todo mundo. A reclamação é que a norma está sendo criada apenas para restringir os pedidos dos deputados, mas correu frouxa até agora, permitindo qualquer nomeação para quem já está no governo.

“Os líderes me cobraram, com razão, que o decreto retroaja para o dia 1º de janeiro, quando o governo começou. Acho ótimo que se estabeleçam critérios, mas precisam valer para todo mundo, inclusive para todos os que já foram nomeados”, afirmou Maia. /Marcelo de Moraes

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Maiadecreto