Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O otimismo exagerado do governo

Marcelo de Moraes

Bastou que a reforma da Previdência fosse aprovada na Comissão de Constituição e Justiça para que integrantes do governo voltassem ao oba-oba sobre as chances de a proposta ser votada facilmente ainda no primeiro semestre. É como se tivessem se esquecido das dificuldades enfrentadas na CCJ, onde a previsão de tramitação rápida não foi cumprida e o governo foi obrigado a ceder em quatro pontos para impedir que o Centrão derrubasse o texto.

Agora, na discussão da Comissão Especial, os debates serão muito mais tensos e a proposta corre risco real de ser muito alterada e ter seu alcance reduzido significativamente. Na prática, o governo simplesmente ainda não tem os votos necessários para aprovar a reforma. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

reforma da previdência