Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O ovo de Colombo de Paulo Guedes

Marcelo de Moraes

Num governo em que costuma faltar habilidade política para enfrentar temas espinhosos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, encontrou um argumento perfeito para tratar da abertura da economia brasileira e, por consequência, mostrar a importância do programa de privatizações. Na sua entrevista para a Globo News, Guedes aproveitou a discussão sobre a investida do presidente Jair Bolsonaro na política de preços do diesel na Petrobrás para mostrar que a população é quem tem sido prejudicada pela pouca concorrência em vários setores. “A minha interpretação é que está ficando muito claro para o brasileiro comum o seguinte: tem cinco bancos, tem seis empreiteiras, tem uma produtora de petróleo, tem três distribuidoras de gás, e tem 200 milhões de patos. Os patos somos nós”, disse Guedes na entrevista.

Para o economista chefe do banco UBS, Tony Volpon, a frase de Guedes foi “brilhante”. “Brilhante frase de Guedes mostrando que temos muitos setores com pouca concorrência, e que isso tem que mudar. Maior concorrência será uma das maneiras mais eficazes de aumentar o bem estar e renda da população”, escreveu o ex-diretor do Banco Central na sua conta do Twitter. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo GuedesTony VolponPrivatização