Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O pessimismo como profecia

Marcelo de Moraes

Coordenador da Força Tarefa da Operação Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol defendeu que não se perca o otimismo.

“Antes da Lava Jato, muitos me disseram que era impossível responsabilizar poderosos no Brasil. Precisamos acreditar no País. O pessimismo é uma profecia autorrealizável. Ele molda nossas expectativas em relação aos outros e a nós mesmos. Impede que alcancemos o possível”, disse. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

Lava JatoDeltan Dallagnol