Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O prato censurado do almoço com Bolsonaro

Equipe BR Político

Uma página da embaixada de Israel no Brasil decidiu censurar algo curioso no registro do almoço entre o presidente Jair Bolsonaro e o embaixador israelense no Brasil, Yossi Shelley, que acontece neste domingo, 7. Na foto, postada pela página Israel no Brasil do Twitter, o prato com a comida foi borrado. Internautas especulam que o prato pode ser lagosta e teria sido censurado porque comer frutos do mar, como a lagosta e o camarão, são proibidos na religião judaica. Os judeus têm permissão para comer apenas peixes com nadadeiras e escamas.

Tudo o que sabemos sobre:

IsraelJair BolsonaroYossi Shelley