Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O que diz o protocolo do Consed para volta às aulas presenciais

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) divulgou nesta terça, 16, as diretrizes nacionais para um protocolo de retorno às aulas presenciais. “A discussão no conselho não foi sobre quando voltar, mas como voltar”, afirmou a presidente do conselho, Cecilia Motta, secretária de Educação do Mato Grosso do Sul. O trabalho foi feito pela Frente Protocolo de Retomada, que reúne técnicos das secretarias estaduais de Educação, sob a coordenação dos secretários Laura Souza (AL) e Cláudio Furtado (PB).

Consed trabalha em estratégias sanitárias, financeiras e pedagógicas para volta às aulas

Consed trabalha em estratégias sanitárias, financeiras e pedagógicas para volta às aulas Foto: Wilton Júnior/Estadão

Ainda não há previsão de datas para o retorno às aulas, mas estão trabalhando com suas equipes nas estratégias sanitárias, financeiras e pedagógicas que serão colocadas em prática a partir do momento em que as datas forem definidas, levando em conta o distanciamento social, controle de temperatura de estudantes e servidores, disponibilidade de máscaras individuais, estações de higiene, adequação dos sanitários, campanha publicitária dentro das escolas, transporte e alimentação escolar.

Veja abaixo os principais itens:

  • Observância do número de alunos por sala, considerada a metragem quadrada de espaço individual;
  • Cancelamento de atividades em grupos de alunos;
  • Rotinas de revezamento dos horários de entrada, saída, recreação, alimentação e demais deslocamentos coletivos dos estudantes no ambiente escolar;
  • Sinalização de rotas dentro das escolas para que os alunos mantenham distância entre si;
  • Controle de temperatura de estudantes e servidores;
  • Disponibilidade de máscaras individuais;
  • Lavatórios/pias com dispensador de sabonete líquido, suporte com papel toalha, lixeira com tampa com acionamento por pedal e dispensadores com álcool em gel em pontos de maior circulação (recepção, corredores e refeitório);
  • Tapetes com solução higienizadora para limpeza dos calçados antes de adentrar na escola; dosadores de álcool em gel na entrada de todas as escolas para que os alunos higienizem as mãos quando entrarem e saírem da escola;
  • Adequação dos sanitários;
  • Mídias promovendo rotinas de higienização por estudantes e servidores; campanha publicitária; cartazes e outras formas de divulgação no ambiente escolar;
  • Rotinas de aeração, higienização e desinfecção dos espaços escolares e de seus acessos (maçanetas das portas, por exemplo);
  • Rotinas de triagem e higienização na entrada da escola;
  • Desativação de bebedouros com disparo para boca e incentivo à utilização de garrafinhas individuais;
  • Prioridade para o uso de materiais descartáveis de uma maneira geral;
  • Orientação à equipe escolar para identificação dos sinais e sintomas e procedimentos em caso de suspeição de contaminação;
  • Comunicação à autoridade local quando ocorrer um caso suspeito ou confirmado de contaminação na escola;
  • Existência de ambiente para promoção do isolamento imediato de qualquer pessoa que apresente os sintomas característicos de contaminação, orientando-a e a seus familiares, a seguirem os procedimentos indicados pelas autoridades de saúde pública. Encaminha para casa, seu retorno à unidade escolar estará condicionado à apresentação de laudo médico;
  • Redução do número de estudantes por veículo escolar;
  • Desinfecção dos ônibus escolares;
  • Orientação e supervisão do recebimento e armazenamento adequado de alimentos trazidos de casa (limpeza da embalagem antes de armazenamento na escola);
  • Cuidados no preparo e distribuição da alimentação escolar: uniformes, máscaras, luvas, talheres, etc;
  • Marcação de lugares nos refeitórios, para minimizar a movimentação;
  • Reorganização dos demais espaços escolares (biblioteca, laboratórios, área de esporte, áreas de trabalho, etc.);
  • A organização dos espaços de atividades e de trabalho deverá contemplar todas as medidas necessárias à segurança sanitária.

Tudo o que sabemos sobre:

Consedcoronavírusvolta às aulasescolas