Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘O que ocorreu ali ninguém sabe’

Vera Magalhães

O deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro disse que “ninguém sabe” o que explica a movimentação de R$ 1,2 milhão em um ano na conta bancária de Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar de seu irmão Flávio na Assembleia do Rio e amigo da família Bolsonaro há décadas. “O que ocorreu ali ninguém sabe, nem o Coaf sabe. Ocorreu uma movimentação suspeita que está sendo investigada”, afirmou, em Foz do Iguaçu, segundo registro do Globo. “A gente tem de trabalhar para não permitir interferência na investigação”, disse ele, sem explicar que a que tipo de interferência se referia.