Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O sócio da loja de chocolates de Flávio

Vera Magalhães

Já mostramos aqui reportagem do Estadão sobre o advogado Luís Felipe Belmonte, nome por trás da estratégia de criação do partido dos Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil.

Na mesma linha de apresentar ao grande público personagens dos bastidores, que se aproximam dos poderosos de turno por meio de sociedade, amizade ou aconselhamento político, a Folha mostra as relações comerciais entre Flávio Bolsonaro e o empresário Alexandre Santini, seu sócio na rentável franquia de chocolates da marca Kopenhagen em um shopping na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Santini já teve empresas em sociedade com outros “famosos”, como o ex-técnico da Seleção Brasileira de futebol Carlos Alberto Parreira. Desde 2015 é sócio de Flávio na empresa, cuja razão social é Bolsotini, a junção dos sobrenomes de ambos. Mas a relação não se resume ao aspecto comercial. Nas redes sociais, Santini aparece em fotos com os filhos do presidente e sua ex-mulher Rogéria, se apresenta como “irmão” dos Bolsonaro e é visto frequentemente no Senado ou no Palácio, ao lado de ministros e outros auxiliares presidenciais.