Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O sorriso do presidente

Luiza Pollo

Michel Temer reagiu com ironia à notícia de que sua filha Maristela iria depor à Polícia Federal. “Registre meu sorriso”, disse.

No jornal O Globo, Bernardo Mello Franco analisa o peso da investigação para o presidente e faz uma comparação. “Em 1992, outro parente de um presidente em exercício se sentou diante de um delegado. Pedro Collor depôs na antiga sede da PF em São Paulo, o prédio que pegou fogo e desabou na terça-feira. A principal diferença é que o irmão de Fernando Collor não precisou se explicar.”

Tudo o que sabemos sobre:

Michel Temerinquérito dos portos