Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

O ‘xodó’ do presidente

Equipe BR Político

Única indicação feita pelo presidente Jair Bolsonaro para um cargo do segundo escalão, o secretário nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, é figurinha carimbada nas tradicionais lives de quinta-feira. Já participou de três, número superior ao da maioria dos ministros, exalta em perfil publicado no Globo. E ele não rejeita o título de “xodó” do chefe. “Virou um amor hétero. Ele tem um total de cinco filhos, eu já já serei chamado de zero seis”, disse Seif Junior.

Seif Junior se candidatou ao cargo após, em um encontro na casa de Bolsonaro, três semanas após a eleição, o recém-eleito pedir uma indicação de um nome para a secretaria. Bolsonaro quis saber a formação do empresário que acabara de conhecer (ele é formado em administração) e o mandou se apresentar quatro dias depois no gabinete de transição, em Brasília, para conhecer a então futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Se ela o chancelasse, Seif Junior poderia começar a trabalhar. Aconteceu. “Eu sou um cara muito espontâneo. Eu chamo a ministra (Tereza Cristina) de mami poderosa. Eu sou um cara muito irreverente, não é por falta de respeito”, diz o secretário e seguidor da família Bolsonaro.