Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

OAB repudia ‘censura’ de ministro

Equipe BR Político

A favor do inquérito aberto pelo STF para apurar ameças e ofensas a ministros do STF, a Ordem de Advogados do Brasil publicou nesta terça, 16, uma nota de repúdio à decisão da Suprema Corte de censurar a revista que publicou depoimento de Marcelo Odebrecht sobre a expectativa da empreiteira de que o então advogado-geral da União, Dias Toffoli, atuasse em seu favor, em 2007. “Nenhum risco de dano à imagem de qualquer órgão ou agente público, através de uma imprensa livre, pode ser maior que o risco de criarmos uma imprensa sem liberdade, pois a censura prévia de conteúdos jornalísticos e dos meios de comunicação já foi há muito tempo afastada do ordenamento jurídico nacional”, diz o texto.

Em março, a OAB elogiou a abertura do inquérito contra as “milícias digitais”. “A apuração dos fatos é fundamental para o esclarecimento dos ataques e para a possível punição dos responsáveis por essas verdadeiras milícias digitais, que minam os pilares de nossa sociedade. Como destacou o próprio ministro Dias Toffoli, não existe democracia sem um Judiciário forte e independente e sem uma imprensa livre”, afirmara.

Tudo o que sabemos sobre:

OABSTFDias Toffoli