Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ociosidade na indústria em níveis alarmantes

Equipe BR Político

A ociosidade na indústria segue em níveis alarmantes. Levantamento feito pelo Ibre, da Fundação Getúlio Vargas, a pedido do Estadão, mostra que apenas 2 de 15 setores da indústria de transformação analisados mostram em 2019 níveis de capacidade de produção superiores à média histórica. São eles: farmacêutico e papel e celulose. Um terceiro, de vestuário, registrou performance dentro da média.

O estudo mede a produção da indústria em comparação com seu potencial de produção (que computa gastos com maquinário, mão de obra empregada e instalações). A indústria usou 74,8% do seu potencial no primeiro trimestre de 2019 –porcentual abaixo da média histórica, de 81%. Os números mostram a dificuldade de recuperação de um dos setores fundamentais da economia.

Tudo o que sabemos sobre:

indústriaprodutividadecapacidadeIbreFGV