Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Odebrecht lidera ‘caixa-preta’ do BNDES

Equipe BR Político

O novo presidente do BNDES, Gustavo Montezano, começa a entregar o que Jair Bolsonaro vinha pedindo desde a campanha: a famosa “caixa-preta” do banco. Levantamento interno publicado nesta segunda-feira pelo Estadão mostra que a Odebrecht pode ser responsável por um prejuízo de mais de R$ 14 bilhões. O prejuízo deve ser dividido entre a instituição e o Tesouro, que deu aval aos empréstimos.

Gustavo Montezano, novo presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)

Gustavo Montezano, novo presidente do BNDES. Foto: Hoana Gonçalves/ME

Em entrevista ao jornal, Montezano diz que a Odebrecht “certamente é o grupo econômico que mais trouxe prejuízo na história do banco”. A Odebrecht foi o terceiro maior cliente do BNDES em sua história. Recebeu financiamentos de mais de R$ 51 bilhões de 2003 a 2018.

Ainda assim, Montezano acredita que as perdas têm a ver com má gestão, e não com corrupção –discurso que se afasta, neste caso, do de Bolsonaro. “De tudo o que soubemos até hoje e foi investigado internamente e externamente, não tem qualquer indício de corrupção de nenhum funcionário do banco”, disse o presidente do banco.

Tudo o que sabemos sobre:

bndesOdebrechtcaixa preta