Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Onyx cita ‘banho de sangue’ de Pinochet por reforma

Equipe BR Político

Ao expôr seus argumentos em defesa da aprovação da reforma da Previdência em entrevista à Rádio Gaúcha, nesta quinta, 21, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS) fez uma comparação entre o atual momento brasileiro com o governo do ditador chileno Augusto Pinochet, afirmando que lá, onde o presidente Jair Bolsonaro cumprirá agenda até sábado, 23, foi preciso “dar um banho de sangue”.

“O que temos que ter consciência é que neste momento ou o Brasil faz um grande pacto, superamos as dificuldades inclusive ideológicas, no sentido de poder construir um futuro para o nosso país, ou não temos futuro (…) Vamos olhar o Chile para onde está indo hoje. No período Pinochet, o Chile teve que dar um banho de sangue. Triste, o sangue lavou as ruas do Chile, mas as bases macroeconômicas fixadas naquele governo, já passaram oito governos de esquerda e nenhum mexeu nas bases colocadas no Chile no governo Pinochet”. Mas, segundo ele, no Brasil, só o presidente Jair Bolsonaro teve que derramar sangue “para que a transformação chegasse neste momento”. Ouça:

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Onyx LorenzoniPinochetchile