Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Onyx volta para tentar sobreviver

Equipe BR Político

Em meio à crise e esvaziamento na Casa Civil, o ministro titular da pasta, Onyx Lorenzoni, resolveu antecipar seu retorno dos Estados Unidos, onde estava de férias.

A previsão é que ele esteja em Brasília na manhã desta sexta-feira, 31. Apesar de não haver compromissos oficiais na agenda do presidente Jair Bolsonaro para hoje, os dois devem se encontrar para acertar os ponteiros antes de segunda-feira, data em que Onyx deve reassumir o comando da pasta.

O processo de fritura do ministro segue a todo vapor. Bolsonaro tratou de demitir até o assessor de imprensa do ministro, Gustavo Lopes, que havia divulgado nota explicando a recontratação do assessor Vicente Santini, que o presidente trata de tentar deixar exclusivamente na conta da Casa Civil. Outro que foi defenestrado da cadeira foi Fernando Moura, que ocupava a pasta interinamente.

Para enfraquecer ainda mais o ministro, começaram a circular levantamentos sobre o seu próprio uso de jatinhos da FAB, estopim para a demissão de Santini e, desde então, calcanhar de Aquiles de pelo menos seis integrantes do primeiro escalão.

Caso Bolsonaro decida retirar o titular da Casa Civil, será o terceiro integrante original do Palácio do Planalto a cair em um ano, depois de Gustavo Bebianno e do general Carlos Alberto Santos Cruz.