Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Operação da PF mira líder do governo Bolsonaro no Senado

Equipe BR Político

A Polícia Federal está no Congresso na manhã desta quinta-feira, 19, onde realiza operação que mira o líder do governo de Jair Bolsonaro no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) e seu filho, o deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE). Há outros mandados de busca e apreensão sendo cumpridos.

Os mandados de busca e apreensão foram autorizados pelo ministro Luís Roberto Barroso, do STF. O inquérito apura irregularidades nas obras de transposição do Rio São Francisco no período em que Bezerra era ministro do governo Dilma, de acordo com a Globonews. Em maio, o TRF-4 determinou o bloqueio de R$ 258 milhões em valores e bens de Bezerra, como parte de uma ação de improbidade administrativa da Lava Jato.

A assessoria de imprensa do senador divulgou uma nota sobre a operação. “Causa estranheza à defesa do senador Fernando Bezerra Coelho que medidas cautelares sejam decretadas em razão de fatos pretéritos que não guardam qualquer razão de contemporaneidade com o objeto da investigação. A única justificativa do pedido seria em razão da atuação política e combativa do senador contra determinados interesses dos órgãos de persecução penal.”

Fato é, que o dia promete ser agitado. Resta saber se, no momento em que a articulação do governo com o Congresso estava caminhando melhor, uma operação com um alvo tão graúdo como Bezerra, será o suficiente para melar o caminho. A se considerar a retórica de Bolsonaro, ao se pronunciar sobre o assunto, ele deverá se eximir de qualquer relação com o líder e jogar a responsabilidade para o governo da petista.