Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Operação Escobar prende advogados e intima irmã de Aécio

Equipe BR Político

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta, 5, a Operação Escobar, para combater um esquema de corrupção ativa, corrupção passiva, organização criminosa, obstrução de justiça e violação de sigilo funcional, em Minas Gerais. A investigação cita Andrea Neves, irmã do deputado Aécio Neves (PSDB/MG), como suposta beneficiária de informações privilegiadas cedidas por agentes da corporação a advogados. A Escobar é desdobramento da Operação Capitu, que em novembro de 2018, apreendeu documentos na residência de Andrea, em Belo Horizonte.

Na operação de hoje, a PF prendeu quatro investigados – três mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária. Os agentes cumpriram sete mandados judiciais de busca e apreensão nos escritórios dos advogados Ildeu da Cunha Pereira e Carlos Alberto Arges Júnior.
A PF apreendeu o celular do defensor de Andrea Neves, Sanzio Baioneta Nogueira, segundo o Blog do Fausto.

Notícias relacionadas

Tudo o que sabemos sobre:

Andrea NevesPFOperação Escobar