Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Operação mira em presidente da Riotur

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagra operação na manhã desta terça, 10, para apurar irregularidades na contratação de empresas pela Riotur, empresa de turismo da capital carioca. São investigados o presidente da empresa, Marcelo Alves, e seu irmão, o empresário Rafael Alves. São cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pelo 1º Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio.

Alves foi apontado pelo doleiro Sérgio Mizrahy como operador do chamado “QG da propina” montado dentro da Riotur. “Rafael Alves viabiliza a contratação de empresas para a prefeitura e o recebimento de faturas antigas em aberto, deixadas na gestão do antigo prefeito Eduardo Paes, tudo em troca do pagamento de propina”, disse Mizrahy no anexo 15 da sua delação, conforme revelou o Globo.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Marcelo CrivellaRiotur