Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Opinião Ideia Big Data: PPP’s: desconhecidas, mas necessárias

Equipe BR Político

Por Mauricio Moura

“Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um com um pão, e, ao se encontrarem, trocarem os pães, cada um vai embora com um. Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um com uma ideia, e, ao se encontrarem, trocarem as ideias, cada um vai embora com duas” é um famoso provérbio da sabedoria chinesa. A gestão pública moderna exige do Estado compartilhar ideias, buscar soluções inovadoras e recursos do setor privado para oferecer melhores serviços ao cidadão. As parcerias público-privadas (ou PPP’s) são um exemplo da importância de juntar forças com setor privado para multiplicar investimentos que o setor público não teria condições de arcar. O que parece óbvio e consensual em termos econômicos ainda não é límpido no imaginário da opinião pública.

Para esmiuçar a visão da opinião pública, o Ideia Big Data realizou uma pesquisa nacional com 1.525 entrevistas em setembro e outubro de 2019. Os dados apontam percepções interessantes sobre o tema.

Por exemplo, 64% ou aproximadamente 2/3 dos brasileiros não sabem o que é ou não ouviram falar sobre PPP’s. Um sinal do distanciamento entre uma testada solução de políticas públicas com a realidade das pessoas.

Todavia, o público sabe avaliar a infraestrutura a sua volta. O levantamento demonstrou que são mais positivas as avaliações da infraestrutura local do que a nacional. Enquanto 25% se dizem satisfeitos com a infraestrutura de suas cidades, esse número cai para 14% no plano nacional. O nível de descontentamento segue o mesmo padrão.

A pesquisa também testou diversas frases que corroboram a importância de estimular as PPP’s. Entre os entrevistados, 65% acreditam que a qualidade dos serviços privados é superior a qualidade dos serviços públicos. Uma evolução para os padrões brasileiros. Também chamou atenção o fato de 50% se dizerem dispostos a pagar por parte dos serviços públicos desde que tivessem maior qualidade. Por outro lado, 54% admitem que existem serviços públicos melhores que serviços privados. As universidades públicas em seus diversos campos de atuação servem de exemplo.

Portanto, as PPP’s apesar de pouco conhecidas têm na opinião pública brasileira um enorme potencial de suporte e apoio. Na saúde, que é o serviço público mais utilizado pela população segundo a pesquisa (70% nos últimos 6 meses), a solução certamente inclui a escala de PPP’s. A população já compreendeu, depois de eleição após eleição com promessas vazias nessa área, que o problema é demasiado complexo para o Estado ter o monopólio da solução. Outro provérbio chinês para sustentar a importância das parcerias público privadas diria: “Não há que ser forte. Há que ser flexível”.

Mauricio Moura: Economista, PhD em Economia e Política do Setor Público. Maurício é professor visitante na George Washington University e recebeu recentemente certificado do Programa da Owner/President Management da Universidade de Harvard. Fundador e Presidente do IDEIA Big Data.