Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Oposição pede explicações à Embaixada dos EUA sobre Weintraub

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Parlamentares de oposição enviaram na terça-feira, 23, à Embaixada dos Estados Unidos no Brasil uma carta em que pedem explicações sobre como o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub entrou no país no último sábado. O documento foi endereçado ao embaixador Todd Chapman.

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub Foto: Dida Sampaio/Estadão

A demissão de Weintraub foi anunciada na última quinta, 18, mas a exoneração dele só foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União no sábado, depois Weintraub ter desembarcado em Miami. Ontem, o DOU retificou a data da exoneração.

Na carta, os parlamentares questionam a indicação do ex-ministro a um cargo no Banco Mundial. “Weintraub deixou seu cargo às pressas, aparentemente para assumir um cargo no Banco Mundial cuja nomeação oficial ainda está pendente”.

O documento solicita ainda que a embaixada americana e o Departamento de Estado americano digam sob qual status Weintraub permanece nos EUA, já que ministros de Estado têm direito a passaporte diplomático. Não há informação oficial se ele fez uso desse passaporte e se viajou com a família.

“Ficamos preocupados que Abraham Weintraub tenha sido admitido nos Estados Unidos sob falsas pretensões para se esquivar do inquérito sobre suas ações e que agora ele resida nos EUA fora do status regular”, concluem os deputados na carta.