Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Oposição quer voto aberto para indicação de Eduardo Bolsonaro

Marcelo de Moraes

Contrários à indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para ocupar a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, os senadores da oposição querem que a votação seja feita de modo aberto. O movimento serviria para tentar impedir senadores de mudar o voto por pressão do governo. Como a votação é secreta, ninguém tem como garantir como cada um agiu. Na eleição para a Presidência do Senado, os adversários da candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL) começaram a exibir seus votos como forma de impedir que o senador alagoano fosse escolhido pela Casa. Como havia forte pressão da opinião pública contra Renan, senadores precisaram mostrar seu voto para provar que não o tinham apoiado. Isso facilitou a vitória de Davi Alcolumbre (DEM-AP).

“É nepotismo o que o presidente tentará oficializar! Creio que o Senado não aprovará. Eduardo Bolsonaro é evidentemente desqualificado para a função de embaixador. O voto aberto é um importante passo para evitar mais um desgaste ao País”, afirmou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). /M.M.