Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

‘Órfãos’ de Freixo se aproximam de pedetista

Vera Magalhães

O crescimento da candidata do PDT à Prefeitura do Rio de Janeiro, Delegada Marta Rocha, nas pesquisas e os ataques desferidos contra ela por Jair Bolsonaro acabaram provocando o efeito de uma aproximação tardia dos “órfãos” do deputado psolista Marcelo Freixo, que decidiu não disputar a eleição neste ano.

Artistas que mesmo após o início da campanha ainda faziam apelos para que Freixo revisse sua decisão de não se candidatar — o que levou a que ele titubeasse, inclusive, até ser podado pelo próprio partido — agora organizam atos e encontros em prol da pedetista, que nas pesquisas aparece em situação de empate técnico com Marcelo Crivella.

O movimento pode abalar um pouco a tranquila dianteira do ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), que vinha se beneficiando de um voto útil antecipado dada a alta rejeição a Crivella e à falta, até então, de um nome com chances no pólo da esquerda.

A empresária Paula Lavigne, por exemplo, organizou uma reunião de artistas e intelectuais pelo aplicativo Zoom para declararem apoio a Marta. Ela divide os apoios na classe artística com Benedita da Silva, do PT.