Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Os erros do leilão

Vera Magalhães

Análises dos jornais nesta quinta-feira tentam explicar o relativo fracasso do leilão do excedente da cessão onerosa do pré-sal. O Painel, da Folha, informa que os principais executivos das grandes petroleiras mundiais não vieram ao Brasil para acompanhar o leilão, o que já era um prenúncio do desinteresse. Além disso, um desses executivos chegou a avisar ao governo que a empresa não ofereceria lances. Uma das razões alegadas para o desinteresse pelas áreas foi a necessidade de um alto desembolso de recursos no fim do ano.

Miriam Leitão, no Globo, observa que a redução do repasse esperado para Estados e municípios pode fazer arrefecer no Congresso o apoio ao pacote de reformas enviado pelo governo, uma vez que parte das medidas dizem respeito justamente à repactuação federativa e a contrapartidas dos entes a esse repasse de recursos do pré-sal.

A Coluna do Estadão mostra que o resultado aquém do esperado do leilão reforçou no mercado a percepção de que a instabilidade política atrapalha a agenda econômica do governo.