Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Abraji, porte de arma para imprensa gera riscos

Equipe BR Político

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo defendeu nesta quarta, 8, a revogação do trecho decreto do presidente Jair Bolsonaro que inclui a imprensa como beneficiária da facilitação do porte de armas. “Nos 16 anos em que a Abraji  oferece treinamentos de segurança a jornalistas em parceria com organizações internacionais como o International News Safety Institute (INSI), o porte de armas jamais foi apresentado como forma de proteção”, diz em nota.

No texto, a entidade cita a posição de um de seus ex-diretores para alertar sobre o risco trazido pelo decreto. “Com uma canetada, Bolsonaro transformou repórteres em alvo dos bandidos”,  escreveu Fernando Molica. Para ele, “cria-se a expectativa de que jornalistas podem atirar e, por isso, devem ser alvejados antes”.

Tudo o que sabemos sobre:

Abrajiporte de arma