Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para ‘acalmar ânimos’, novo ministro diz ser ‘técnico’

Equipe BR Político

O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou ter “convicções políticas”, mas não ser filiado a nenhum partido ao expor seu currículo acadêmico com atuação no Brasil e exterior durante a cerimônia de sua posse, nesta tarde de terça, 9, em Brasília. O economista tentou se distanciar do antecessor ao dizer que seu diferencial é na área de gestão “não para se vangloriar, mas para acalmar ânimos”.

“Me sinto confortável para dizer que 70% dos ministros dos últimos anos eram professores universitários. É exatamente o que sou: professor universitário. Eu não tenho filiação partidária. Tenho convicções políticas que guiam meus passos, mas não estou acima das leis, do mandato que o presidente recebeu. Temos de ser subservientes às leis. Estamos aqui para servir o povo, a todos, mesmo aqueles que não concordam com a gente”, declarou Weintraub.

Tudo o que sabemos sobre:

Abraham WeintraubMEC