por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Para Alcolumbre, decisão do STF não foi retrocesso

Marcelo de Moraes

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, não discordou da decisão tomada ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que resolveu repassar para a Justiça Eleitoral casos de corrupção na política que envolvam pagamento de caixa 2. Para o senador, a medida não representa um risco de retrocesso no combate à corrupção, como tem afirmado, por exemplo, integrantes da Lava Jato.

“O TSE tem um quadro qualificadíssimo para promover o processamento e o julgamento dessas ações. Nada mais justo que a Justiça Eleitoral, a partir dessa decisão do STF, se debruce em temas que dizem respeito a processo eleitoral”, diz. /M.M.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Davi AlcolumbreSTFLava Jato